Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2011

A Pele que Habito

Imagem
Começo a escrever esse texto sem saber muito bem como definir esse filme, mas posso dizer de cara que ele é diferente de tudo que eu havia visto até agora. Um filme denso, complexo, e por que não dizer, bizarro? Sim, porque pensar que alguém tenha criado uma história como essa, é no mínimo curioso.

O novo filme do diretor Pedro Almodóvar traz Antonio Banderas (meio velho, diga-se de passagem) na pele do doutor Robert Ledgard, um médico louco (isso vai se revelando ao longo da história) que, após perder sua mulher em um acidente de carro, fica obcecado pela criação de uma pele capaz de resistir a queimaduras e fortes agressões.

Trancado em uma clínica que mantém dentro de sua própria casa, ele trabalha em suas experiências na busca constante por essa pele, ultrapassa barreiras da ética e dos escrúpulos para conseguir o que tanto deseja. Para isso, ele conta com Marília, sua emprega e “fiel escudeira”, que cuida da casa e ajuda a controlar Vera, uma mulher misteriosa que é mantida aprisi…

Contágio

Imagem
Com um elenco cheio de estrelas, “Contágio” usa um tema já meio batidinho, tenho que dizer, e mostra o que aconteceria se uma doença com alto nível de transmissão atingisse a população, com o poder de se multiplicar em níveis que fogem do controle da medicina. Não dá pra deixar de falar sobre uma leve semelhança com “Ensaio Sobre a Cegueira”.

Começando pelo segundo dia, onde o primeiro caso da misteriosa doença se manifesta, Gwyneth Paltrow, que vive Beth Emhoff, está voltando de Hong Kong para Minneapolis, já adoentada, com tosse e mal estar. Quando chega em casa, transmite o vírus para seu filho de seis anos. Seu marido, Mitch (Matt Damon), descobre, após quarentena e muita investigação, que é imune ao misterioso vírus, que é capaz de matar em questão de horas.


E a história segue, com o vírus se manifestando em proporções gigantescas, atingindo milhões de pessoas no mundo todo. O medo sobre algo desconhecido, afeta as pessoas, que passam a saquear supermercados e se isolar em suas cas…

Fora do Figurino

Imagem
Com bom humor, “Fora do Figurino” capta problema na produção das roupas brasileiras

Termina hoje a 35ª edição da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que exibiu 297 filmes em 22 salas por toda a cidade. Um dos títulos exibidos tem tudo a ver com moda e afeta diretamente a vida de todos nós.

Mas apesar de ser relacionado à moda e tratar de um assunto relevante, o documentário brasileiro “Fora do Figurino”, do diretor estreante em longa-metragem, Paulo Pélico, não tem glamour. No filme são reunidos depoimentos de profissionais da indústria têxtil, de moda, atrizes como Regina Duarte e Beatriz Segall, a apresentadora Adriane Galisteu, e também de “pessoas comuns” de diferentes regiões do país para mostrar uma dificuldade que atinge a todos, igualmente: a falta de padronização das medidas corporais dos brasileiros.

E esse problema não está restrito apenas ao mercado do vestuário. Produtos como cadeiras, mesas, carros, equipamentos de proteção individuais, entre outros, também são pr…

Gigantes de Aço

Imagem
Em mais um dia de dobradinha no cinema (“Gigantes de Aço” seguido por “Contágio”), optamos por dois filmes para não gerar briga para o casal. O primeiro foi escolhido pelo namorido. Ultimamente tenho procurado conhecer outro tipo de cinema, mais “cabeça”, daqueles que fazem a gente por a cuca pra funcionar, sabe?

Pois então, digo logo que “Gigantes de Aço” definitivamente não é esse tipo filme. Faz mais um estilo açãozinha sem sal, mas tem lá sua graça. No quase distante ano de 2020, Charlie (Hugh Jackman) ganha a vida levando robôs para lutar box. Ele vê sua vida dar uma reviravolta quando descobre que uma ex-namorada de dez anos atrás morreu e deixou um filho dessa relação. O rapaz tem de passar uma temporada com o menino e a duras penas acaba descobrindo a felicidade que é ser pai.


Juntos, pai e filho descobrem um robô especial com o qual vão apanhar muito, mas que também fará a dupla ter muitas vitórias e ganhar muito dinheiro. Como eu havia dito, não é exatamente um filme muito pen…