Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2015

Filme: A Incrível História de Adaline

Imagem
Blake Lively dá vida a Adaline, jovem que sofre um acidente de carro aos 29 anos de idade e para de envelhecer. Na ocasião do acidente, ela era casada e tinha uma filha pequena, mas logo depois perde o marido.
Após se dar conta de seu "problema", e com sua filha mais crescida, Adaline decide viver como uma fugitiva. A cada dez anos ela muda de cidade e de identidade, com medo de que alguém perceba o que aconteceu. A única que conhece sua história é a filha, que nunca a abandona. E que com o passar dos anos parece que é sua mãe ou avó.
E assim a vida vai caminhando, pessoas passam pela vida de Adaline, mas não permanecem, já que ela tem muito medo de se relacionar sinceramente com as pessoas e acabar revelando seu segredo. Isso é uma dificuldade também para se envolver amorosamente com alguém.
Até que ela conhece um rapaz que mexe com seus sentimentos e, após ser incentivada por sua mãe, resolve dar uma chance a ele. Quando conhece a família do moço, ela inesperadamente descobre…

Filme: Minions

Imagem
Estreou no mês passado o tão esperado filme exclusivo para as criaturinhas amarelas e roliças que falam um dialeto que ninguém entende, mas que são super engraçadinhos e conquistaram o coração de todos depois do sucesso de "Meu Malvado Favorito".
Eles já tinham virado bonecos de pelúcia, brinde do Mc Donalds e tema de festa de aniversário infantil (aliás, fui em algumas recentemente). Agora, o filme mostra sua origem láááá nos primórdios, no tempo dos homens das cavernas, quando a "comunidade" dos minions começou a buscar uma espécie de líder, alguém malvado a quem eles pudessem seguir e servir. 
Durante toda a história, eles têm algumas tentativas frustradas de conseguir um novo chefe. Mas, cada nova aventura, rende boas risadas para os espectadores que se encantam com os amarelinhos.
Gostei do filme, mas ainda acho que eles são melhores como coadjuvantes de "Meu Malvado Favorito". Talvez um filme só para eles tenha sido um pouco demais. Porém, para as cria…